Criar um Site Grátis Fantástico
Translate this Page
Amor
Você que gosta de ler, me de sua opinião
( ) gostou do livro
( ) são muito bom
( ) o aspecto é do seu g
Ver Resultados

Rating: 2.3/5 (87 votos)




ONLINE
1




Partilhe esta Página



PUBLICIDADES E ANÚNCIOS 

VENHA ANÚNCIAR E DEIXE SUA EMPRESA AQUI QUE A PROPAGANDA TEM RETORNO


3 - Cobras Serpentes Naja Egito Dança Árabe
3 - Cobras Serpentes Naja Egito Dança Árabe

Oi, boa noite amigos e amigas venha aqui para que vc visite as paginas e olhe o que estou publicando

Vocês Dançarinas usa a cobra para dar o movimento ao corpo São as Deusas da Cobras - Saiba mais sobre as cobras
Comunidade: 16 curtiram isso

 

Foto: A cobra era considerada sagrada no Egito Antigo e tida como um símbolo complexo que representa tanto o masculino quanto o feminino já que dificilmente sabemos o sexo deste réptil.

Em algumas mitologias, a cobra ou a serpente significa energia e consicência imortal e já foi ligada à representação das deusas Isis, Istha, Inana e Deméter. Para fazer a adoração aos deuses, as sacerdotisas dançavam com metais e ouro talhados em formato de cobras, nunca o animal de verdade.

Mas, atualmente é comum encontrar bailarinas corajosas que dançam com cobra reais. Alguns consideram isto um ato circense, outros acreditam que a dança fica ainda mais sensual, mas de qualquer forma, alguns cuidados devem ser tomados.

Primeiro não fique achando que qualquer cobra serve para ser seu acessório durante uma apresentação. Escolha as não-venenosas, claro, e as mais calmas. Saiba que há pessoas que criam esse animais justamente para isso. Procure por eles, se te interessa. Se preferir, crie a sua própia cobra, mas não antes de conversar com Ibama e criadores para você não fazer besteira.

Mantenha o animal bem alimentado e tranquilo para que ele não fique muito estressado quando for dançar. Evite luzes fortes e música muito alta e cuidado ao dançar em meio a multidão. O grande segredo para dançar com a cobra, é manter a calma.

Dizem que se você confia nela, ela confia em você. Na prática isso significa que ela não vai te apertar se você a colocar enrolada em seu corpo e manter a confiança.

Saiba que ela pode sair andando pelo seu corpo, por isso, use uma roupa sem muita pedraria para não machucar a serpente. Quando for pegá-la para colocar em diversas partes do corpo, fique atenta. Pegue no primeiro terço do corpo dela e no terço final para que ela não tenha apoio para dar o bote se sentir ameaçada.

Você pode fazer vários movimentos com ela. Coloque-a em volta do pescoço segurando a cabeça com uma das mãos e brinque com os braços serpentes. Se ela estiver enrolada no seu quadril, aproveite para fazer oitos, camelos…tudo muito suave para não assustá-la.  Você pode amarrá-la no seu braço e fazer o movimento flor de lótus e, enfim, vai da criatividade e da segurança com a cobra.


A cobra era considerada sagrada no Egito Antigo e tida como um símbolo complexo que representa tanto o masculino quanto o feminino já que dificilmente sabemos o sexo deste réptil.

Em algumas mitologias, a cobra ou a serpente significa energia e consicência imortal e já foi ligada à representação das deusas Isis, Istha, Inana e Deméter. Para fazer a adoração aos deuses, as sacerdotisas dançavam com metais e ouro talhados em formato de cobras, nunca o animal de verdade.
Mas, atualmente é comum encontrar bailarinas corajosas que dançam com cobra reais. Alguns consideram isto um ato circense, outros acreditam que a dança fica ainda mais sensual, mas de qualquer forma, alguns cuidados devem ser tomados.
Primeiro não fique achando que qualquer cobra serve para ser seu acessório durante uma apresentação. Escolha as não-venenosas, claro, e as mais calmas. Saiba que há pessoas que criam esse animais justamente para isso. Procure por eles, se te interessa. Se preferir, crie a sua própia cobra, mas não antes de conversar com Ibama e criadores para você não fazer besteira.
Mantenha o animal bem alimentado e tranquilo para que ele não fique muito estressado quando for dançar. Evite luzes fortes e música muito alta e cuidado ao dançar em meio a multidão. O grande segredo para dançar com a cobra, é manter a calma.
Dizem que se você confia nela, ela confia em você. Na prática isso significa que ela não vai te apertar se você a colocar enrolada em seu corpo e manter a confiança.
Saiba que ela pode sair andando pelo seu corpo, por isso, use uma roupa sem muita pedraria para não machucar a serpente. Quando for pegá-la para colocar em diversas partes do corpo, fique atenta. Pegue no primeiro terço do corpo dela e no terço final para que ela não tenha apoio para dar o bote se sentir ameaçada.
Você pode fazer vários movimentos com ela. Coloque-a em volta do pescoço segurando a cabeça com uma das mãos e brinque com os braços serpentes. Se ela estiver enrolada no seu quadril, aproveite para fazer oitos, camelos…tudo muito suave para não assustá-la. Você pode amarrá-la no seu braço e fazer o movimento flor de lótus e, enfim, vai da criatividade e da segurança com a cobra.

A primeira de muitas e muitas Rádios que montarei,
Agradeço a gentileza da professora LUCIANA SALTÓ por ter cedido a foto que ilustra esta radio, 
todos podem curtir e aproveitar a vontade, bom dia.
www.acesseeache.com.br/radios/dv/tradicional1
Rádio para a dança do ventre -- categoria Tradicional
acesseeache.com.br
Música para a dança do ventre eventos da dança do ventre música árabe, tradicional, internacional, moderna, e instrumental.